Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Apresentação
Início do conteúdo da página

O Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares - INEAF

Publicado: Domingo, 09 de Novembro de 2014, 02h18 | Última atualização em Quarta, 28 de Abril de 2021, 20h06

O Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares é uma Unidade Acadêmica da UFPA, tendo sido aprovado pelo CONSUN no dia 09 de outubro de 2007. A estrutura acadêmico- administrativa foi instituída pela Portaria Nº 942 de 19 de março de 2008, publicada na folha 11 da Seção 1 no D.O.U. Nº 55 no dia 20 de março de 2008. Quando de sua criação, a unidade não tinha essa nomenclatura e durante esse período passou por diversas mudanças inclusive em seu nome. O Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural (NCADR) sucedeu o Centro Agropecuário (CAP) em decorrência das mudanças regimentais ocorridas na UFPA a partir de 2007. O antigo Centro Agropecuário iniciou suas atividades em 1991 com o curso de Especialização em Agriculturas Familiares Amazônicas e Desenvolvimento Ambiental. Mais recentemente, no dia 20 de outubro de 2017, o Conselho Universitário da UFPA aprovou a transformação do NCADR em Instituo Amazônico de Agriculturas Familiares (INEAF) por meio da Resolução Nº 756/2017. O INEAF tem como objetivo principal formar recursos humanos em níveis de graduação e pós-graduação para exercer atividades de ensino, pesquisa, extensão, gestão, assistência técnica e extensão rural no âmbito da agricultura familiar principalmente no contexto da Amazônia. Tem como finalidade, ainda, produzir conhecimento sobre a diversidade do mundo rural amazônico, sobretudo no que diz respeito aos diferentes modos de produção familiar em estreito diálogo com os movimentos sociais camponeses e os povos e comunidades tradicionais.

Os fatos históricos relevantes de implementação e desenvolvimento da Unidade são apresentados abaixo ordenados cronologicamente:
• 1991 – O Centro agropecuário iniciou suas atividades com o curso de Especialização em agriculturas Familiares Amazônicas E Desenvolvimento Ambiental (DAZ), sediado no NAEA (Núcleo de Altos Estudos Amazônicos) e com o curso de Mestrado em Ciência Animal e a criação da CEBRAN (Centro de Biotecnologia da Reprodução Animal), ambos ligados ao antigo Centro de Biologia.
• 1994 – Formalização dentro da instituição enquanto Unidade Acadêmico-administrativa sendo constituído por duas subunidades com características de Núcleos de integração: O Núcleo de Estudos Integrados sobre Agricultura Familiar (NEAF) e o Núcleo de Estudos em Ciência Animal (NECAN). Essas duas subunidades deram origem aos dois Programas de Pós-Graduação (PPGAA e PPGCAN) sob responsabilidade do NCADR.
• 2007 – A criação e o funcionamento do Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural (NCADR) foi aprovado pelo CONSUN.
• 2008 – Instituição de Portaria da estrutura acadêmico-administrativa.
• 2016 – O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCAN) se desvinculou no NCADR, passando a fazer parte do Instituto de Medicina Veterinária - Campus de Castanhal.
• 2017 – A criação e funcionamento do Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares - INEAF foi aprovada no CONSUN.

MISSÃO DA UNIDADE


A missão de uma organização é a sua finalidade, sua razão de ser. O critério de sucesso definitivo para uma organização é o desempenho no cumprimento da missão. É o porquê de sua existência.
Desta forma, o Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares apresenta sua missão:


“Contribuir para a formação de recursos humanos, ação pública e produção de conhecimento, em estreito diálogo com os atores sociais, com foco na diversidade e complexidade na Agricultura Familiar na Amazônia.”

VISÃO DA UNIDADE

A visão é a idealização de um futuro desejado. É expressa de forma sucinta e inspiradora, pois deve sensibilizar as pessoas que atuam na organização, assegurando a sua mobilização e alinhamento aos temas estratégicos. É responsável por nortear as convicções
28
que direcionam sua trajetória para uma situação em que se deseja chegar num determinado período de tempo.
Desta forma, o Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares apresenta sua visão:
“Tornar-se centro de excelência em formação, produção de conhecimentos e inovações para a sustentabilidade da agricultura familiar na Amazônia.”

PRINCÍPIOS DA UNIDADE

• Ensino público, gratuito e de qualidade;
• Indissociabilidade entre pesquisa, formação e desenvolvimento;
• Pluralidade de ideias no ensino-aprendizagem, diversidade de métodos, critérios e procedimentos acadêmicos;
• Defesa do meio ambiente;
• Desenvolvimento educacional, cultural, social, artístico, econômico, e ambiental de agricultores familiares amazônicos;
• Valorização dos conhecimentos e práticas associados à agricultura familiar;
• Respeito a diversidade étnica, cultural, de gênero e religiosa;

 

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página